Google+ Followers

Total de visualizações de página

Total de visualizações de página

Quem sou eu

Minha foto
"Artes" da Vânia
Amo artesanato!
Ensino e aprendo, pois no artesanato sempre tem novidades... Faço alguma coisa aqui, outra ali, e quero dividir meu trabalho e meu conhecimento com todos que quiserem.
Docinhos modelados, biscuit, prata boliviana, vela, latonagem, arte francesa, craquelê, arte com pedras, decoupagens de diversos tipos, pintura em telhas, decoupage em telhas, caixas para presentes, fuxico, topiaria, pátina, pintura mesclada, meia de seda, painel de e.v.a, lembrancinhas de e.v.a(emborrachado), alfabetário e vogais, trabalhos diversos para escolas (tudo em e.v.a) reciclados, caixa com textura...
Um grande bjo no coração.
Visualizar meu perfil completo

Minha lista de blogs

4/23/2011

Um pouquinho sobre a Páscoa...

Havia chegado a Páscoa e por isso Jesus instruiu os discípulos a prepararem um jantar especial. A Páscoa é uma das festas judaicas mais antigas e ainda hoje é comemorada pelo povo judeu no mundo inteiro. O povo judeu comemora a Páscoa durante a primavera e a consideram um dia sagrado.

As origens dessa cerimônia encontram- se no livro de Êxodo. “Nessa noite Eu passarei pela terra do Egito e matarei todos os primeiros filhos, tanto das pessoas como dos animais. E castigarei todos os deuses do Egito. Eu Sou o Senhor. O sangue nos batentes das portas será um sinal para marcar as casas onde vocês moram. Quando estiver castigando o Egito, Eu verei o sangue e então passarei por vocês sem parar, para que não sejam destruídos por essa praga. Comemorem esse dia como festa religiosa para lembrar que Eu, o Senhor, fiz isso. Vocês e os seus descendentes devem comemorar a Festa da Páscoa para sempre.” Êxodo 12:12-14.

Os israelitas que viveram na época do Êxodo receberam a ordem divina de sacrificar um cordeiro sem defeito e assá-lo sem quebrar nenhum de seus ossos. Em seguida, deveriam passar o sangue do cordeiro nos batentes das portas de entrada da casa. Isso os protegeria do Anjo da Morte, que mataria o primogênito da casa, caso os batentes não estivessem manchados com o sangue do cordeiro. Essa era a primeira etapa do plano de Deus para retirar o povo do Egito e da escravidão que os afligiu por tantos anos.

O mais impressionante a respeito dessa história é que os primogênitos foram salvos pelo sangue colocado nas portas. Ao passar pelas casas e ver o sangue, o Anjo da Morte não fez mal nenhum ao filho mais velho da família. Tratava-se de um símbolo poderoso da salvação pela fé no sangue de Cristo. A família que obedeceu à ordem divina foi protegida pelo sangue do cordeiro. Claro que o sangue de um animal não tinha poder para salvá-los, mas simbolizava o sangue de Jesus que seria derramado pela humanidade. Essa é a razão de séculos mais tarde o apóstolo Paulo ter escrito: “Porque a nossa Festa da Páscoa está pronta, agora que Cristo, o nosso Cordeiro da Páscoa, já foi oferecido em sacrifício.” 1 Coríntios 5:7.

 A Páscoa judaica oferece-nos um tipo, um símbolo do plano da salvação. No momento em que o mundo enfrentar o julgamento final de Deus, aqueles que estiverem cobertos pelo sangue do Cordeiro, e que pela fé reivindicam a salvação encontrada em Jesus, serão salvos.

Que a vida, morte e ressurreição façam diferença na tua vida hoje e sempre!

0 comentários:

 
2009 Template Bucólico|Templates e Acessórios